Meu Berimbau meu camarada

Eu enfrento um sereno
Desfaço o veneno dessa solidão
Rezo Saõ Bento Grande, Saõ Bento Pequeno
Conforme a razão
Na roda o medo não fala, menino aprende a lição
Curagem nunca falta
Vence quem tem coração
Com os pés na Senzala, o nego se ajoelha fazendo oração

Meu berimbau ê ê
Meu berimbau meu camarada
Ele é enfeitado com laços de fita e as conchas do mar

Meu berimbau ê ê
Meu berimbau meu camarada
Ele é enfeitado com laços de fita e as conchas do mar

Vem menino vem, ô vem descendo a ladeira
No cais dourado vai ter Capoeira pra matar
Dança morena faceira, vadeia na beira do mar
Preto velho lisongeiro, vem da Gameleira
Chegou aqui pra jogar

Meu berimbau ê ê
Meu berimbau meu camarada
Ele é enfeitado com laços de fita e as conchas do mar

Meu berimbau ê ê
Meu berimbau meu camarada
Ele é enfeitado com laços de fita e as conchas do mar

Listne to Meu Berimbau meu camarada:

Back

Leave a Reply

Required fields are marked *


+ 1 = ten